Motogp 2011



Moto GP 2011

Valentino Rossi, Casey Stoner, Dani Pedrosa, Andréa Duvisioso e muitos outros afinam as sua maquinas para o grande campeonato do mundo de moto gp que começará no Qatar. Depois de uma temporada de fortes emoções que foi o campeonato de 2010, o de 2011 está chegando prometendo trazer muitas emoções e adrenalina aos amantes desta classe. Esse ano as coisas não parecem correr a mil maravilhas para o nosso amigo Valentino Rossi que é sem sombras de dúvida um dos melhores pilotos do mundo. O Valentino tem encontrado muitas dificuldades em se entender com a sua maquina italiana Ducati. Estamos todos a espera mais uma vez que ele volte a dar demonstração que nesse desporto quem dar as ordens é o piloto e não a maquina.





Valentino Rossi

Este ano após os últimos testes o campeão do mundo Jorge Lorenzo já deu provas que não irá facilitar as coisas para o Rossi e tem se colocado a frente da tabela com excelentes resultados. A evolução do Lorenzo tem sido linear provando que a experiência é a mãe da perfeição e demonstrando um amadurecimento sequencial no seu trabalho, tornando cada vez mais um adversário muito forte para o nosso amigo Valentino Rossi.

Jorge Lorenzo

Enquanto o Lorenzo mostrou a sua inteligente opção de se manter na Yamaha os seus principais rivais resolveram mudar para outras equipes em 2011. O Casey Stone resolveu ir para a Honda HRC e durante os primeiros testes em Valença deixou claro que foi uma opção acertada tendo uma boa relação com a RC212V, enquanto o nosso amigo Valentino saltou para o lugar deixado pelo Casey Stone na Ducati. O nossso amigo Rossi não está começando nada bem e portanto aqueles que esperam uma revirada durante essa nova temporada de moto gp, estão seriamente em dúvida quanto o sucesso do italiano que já conta  com  9 vitorias como campeão do mundo, e até agora não tem se entendido coma sua nova maquina italiana, ocupando assim nos testes efetuados em Sepang uma posição nada comum para uma campeão do mundo.

Casey Stoner

O Dani Pedrosa depois de conquistar a posição de vice-Campeão em 2010 está presente na sua sexta temporada com a Honda oficial. Depois de ter sofrido uma lesão o ano passado, situação essa que comprometeu a sua corrida pelo titulo, Dani Pedrosa não irá facilitar as coisas esse ano para o Lorenzo e o Rossi, prometendo uma luta sem trégua para a conquista do titulo de 2011.

Os testes em Sepang

Os últimos dias de testes em Sepang foi um festival de velocidade efectuado pelo três pilotos da Repsol Honda. Logo após a abertura da pista para o último dia de testes o Casey Stone mostrou-se inspirado na sua primeira volta marcando um tempo de 2m00.122s. Na volta seguinte marcou um novo tempo de 1m59,665s quase 1s mais rápido que o recorde da pista, o garoto está mesmo decidido. Depois dessa excelente apresentação o nosso amigo Dani Pedrosa mostrou que estava ali para trabalhar, e garantiu um tempo de 1m59,803 colocando na liderança dos testes dois pilotos da Repsol Honda. O terceiro piloto da equipe foi Andrea Duvizioso que ficou em 4º lugar com tempo de 2m00,541s.

Nicky Hayden

Palavras do Casey Stoner.

“Tivemos um bom dia estou satisfeito com a decisão que fizemos relativo ao que usaremos durante todo o resto da época. Fizemos muitos testes a nível eletrônico, e travagens, e destacamos melhoramentos em todas as áreas e também evidentemente algumas percas das quais nos concentraremos nas suas recuperações.O chassis está excelente comportando-se maravilhosamente bem independente do tipo de afinação que usamos. Portanto quando chegarmos ao Qatar dentro de alguma semanas teremos a hipótese de testar outras afinações. O teste aqui foi muito proveitoso, tiramos informações muito importantes sinto-me inteiramente confortável com a RC212V e estou desejoso por chegar ao Qatar”.

Dani Pedrosa

Tivemos três dias muito bons, os ensaios em Sepang foram muito positivos. Melhoramos o sistema de travagem e trabalhamos com diferentes configurações de chassis e eletrônica. Foi um teste muito melhor que o do ano passado mesmo sabendo que estão todos lutando com os mesmos objetivos. Deixo Sepang satisfeito e acredito que no Qatar teremos a possibilidade de melhorar mais ainda os resultados em outro circuito com traçado e condições de pista completamente diferente do que temos aqui. Os testes com relação ao chassis foi semelhante ao usado no ano passado, mais o melhor resultado alcancei com o chassis desse ano, portanto no Qatar teremos a possibilidade de fazer a melhor escolha.

Dani Pedrosa

Valentino Rossi

Antes dos três dias de trabalho em Sepang a equipe do Rossi tinha delineado um objetivo a cumprir durante os teste, o que não ocorreu deixando o nosso amigo Rossi bastante insatisfeitos diante dos resultados obtidos. Terminaram o terceiro dia de testes na 11ª posição da tabela marcando um tempo de 2,01, 469s, Rossi ficou a 1,804s do tempo feito pelo Casey Stone e disse: Não podíamos ficar satisfeitos com esses testes porque não atingimos os nossos objetivos que era de terminar nos seis primeiros e reduzir a diferença pela frente. Ao contrário ficamos a 1,8s de distancia e nos faltou ritmo.
“Acreditávamos que iríamos conseguir, efetuando os testes usando pneus duros, o que é bom. Embora tivemos boas evoluções no que se trata da eletrônica mais com relação ao chassis não acredito que esse problema seja resolvido facilmente, tentamos arduamente mais não conseguimos, consigo travar forte mais tenho problema ao meio da curva”.

Por partes a causa dos maus resultados também podem está relacionado ao seu ombro que sofreu uma carga de trabalho muito forte nos últimos dias, o qual ainda se encontra em recuperação.

“Foi claramente uma desvantagem rodar apenas dois dias ao invés de três porque tivemos de apressar tudo no final e testar muitas coisas para compreender o máximo possível”, disse “Estávamos preparados para essa possibilidade, mais fez com que fosse impossível dar o máximo”.O circuito de Sepang não é por tradição o favorito da Ducati, portanto o teste no Qatar em uma pista diferente, veremos se será possível sermos mais rápidos.

 

MotoGP Sepang Test, Malaysia

Session 3 as of 18:00 – 24/02/11

Pos Rider Team Fastest lap Prev. Gap Lead. Gap Laps

1 Casey Stoner Repsol Honda Team 1:59.665 – – 37
2 Dani Pedrosa Repsol Honda Team 1:59.803 +0.138 +0.138 38
3 Marco Simoncelli San Carlo Honda Gresini 2:00.163 +0.360 +0.498 46
4 Andrea Dovizioso Repsol Honda Team 2:00.541 +0.378 +0.876 45
5 Ben Spies Yamaha Factory Racing 2:00.678 +0.137 +1.013 32
6 Colin Edwards Monster Yamaha Tech 3 2:00.966 +0.288 +1.301 29
7 Jorge Lorenzo Yamaha Factory Racing 2:01.003 +0.037 +1.338 48
8 Alvaro Bautista Rizla Suzuki MotoGP 2:01.194 +0.191 +1.529 34
9 Hiroshi Aoyama San Carlo Honda Gresini 2:01.328 +0.134 +1.663 48
10 Hector Barbera Mapfre Aspar Team 2:01.346 +0.018 +1.681 21
11 Valentino Rossi Ducati Marlboro Team 2:01.469 +0.123 +1.804 59
12 Nicky Hayden Ducati Marlboro Team 2:01.469 – +1.804 71
13 Loris Capirossi Pramac Racing Team 2:01.493 +0.024 +1.828 39
14 Cal Crutchlow Monster Yamaha Tech 3 2:02.034 +0.541 +2.369 50
15 Randy De Puniet Pramac Racing Team 2:02.155 +0.121 +2.490 42
16 Toni Elias LCR Honda MotoGP 2:02.410 +0.255 +2.745 57
17 T1 Yamaha Test Team 2:02.457 +0.047 +2.792 40
18 Karel Abraham Cardion AB Motoracing 2:02.506 +0.049 +2.841 55
19 T2 Yamaha Test Team 2:03.016 +0.510 +3.351 13

Como podem ver as coisas para o Rossi não estão começando nada bem, embora evidentemente os seus fãns contam com uma recuperação acentuada quando chegar ao Qatar, mais temos que ser realista o Stone e o Dani não estão para brincadeira e as Hondas estão muito bem preparadas coisa que não se aplica a Italiana Ducati, portanto o Rossi que se aplique bastante porque esse ano as coisas não serão facéis para ele. Mais para nós que acompanhamos o nosso amigo Rossi vamos torcer para que ele volte a dar-nos mais emoções e vitorias. Obrigado e nos encontraremos no Qatar.

Anildo Motta

Divulgue! Obrigado.

Share